É a Economia, Estúpido!, Destaque

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO! – Portas: Há quem saia do armário, há quem se feche num submarino

cartões-economiaPOR PEDRO BILTRE-FARFALHO/TCC – Epá e lá voltam eles à carga com o raio da patranha dos submarinos. Com tanta estória igualmente conspurcada, contendo objectos com a mesma forma fálica e até protagonistas que o têm e mantém durão, vão logo abocanhar uma em que ganhei um milhão em comissões à conta do contribuinte. E que tal inventar mais coisas sobre o Primeiro Ministro? Posso perfeitamente arranjar umas acompanhantes para uma taveirada num conselho de ministros, ou dar um toque ao Ricky Martin, se preferirem.

In the navy, la la la la la la la, in the navy!

In the navy, la la la la la la la, in the navy!

Eu já tinha dito que estória a dos submarinos está mais mal contada do que as despesas do Estado, e até é mais simples que uma ideia formulada no nariz do Medina Carreira. Isto passou-se assim. Estava eu a transaccionar em alta com a cândida filha de uma jeová que me desceu lá por casa, quando o Paulo Portas me telefona a pedir para comprar dois submarinos, quatro fotocopiadoras e dúzia e meia de Jacintos Leite Capelo Rego a bom preço.

Encontrar um corrupto alemão que não o Helmut Kohl não é tão fácil como parece, e os Jacintos são mais raros na Alemanha do que um ministro do CDS que assine um contrato que não prejudique o erário público. Liguei para o Durão, primeiro-ministro à data, e disse-lhe que iria já para S. Bento, mas para ele ficar descansado que combinaríamos o negócio montados no lombinho das meninas que eu encarregar-me-ia de providenciar. A única coisa que ele teria de fazer era lavar o cabelo com sabão azul e branco, ou pelo menos ensopar o óleo com toalhas de papel, que da última vez quase não recuperava a caução de tão engorduradas estavam as pequenas.

Eu ainda sugeri outra coisa. Que não comprássemos os submarinos. Que ainda ia dar barraca. Que investíssemos num um campo de golfe em cima de uns sobreiros, ou na construção de uma superfície comercial outlet em área protegida ou até na indústria das sucatas, visto a reciclagem até estar na moda. Nada. Não me ouviram. Preferiram pagar biliões por dois tubos sem pintura metalizada, faróis de xénon ou bússola. Ah, nós queremos mesmo os submarinos para os encher de marinheiros janotas, torpedos sibilantes e jacuzzi, isto para que o Ministro da Defesa (à época) pudesse soltar a fêmea aviária que havia em si, disseram eles.

É a Economia, sodomizados do PEC.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s