É a Economia, Estúpido!, Destaque

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO! – Desempregada, Tymochenko ajudará a plantar árvores na Madeira e a erguer o mastro a muito português

cartões-economiaPOR PEDRO BILTRE-FARFALHO/TCC – A única coisa boa do temporal climatérico que desmantelou a Madeira tal Elsa Raposo desfaz a fortuna de um idoso rico, foi que me vi obrigado a receber na minha casa franca do Funchal um grupo de encharcadas jovens turistas suecas a quem prestei imediato abrigo, amparo por trás e calor humano pela garganta abaixo.

Fora isso, uma intempérie económica de proporções cataclísmicas atingiu o Governo da República já que, tão contrariado quanto o Malato ao ter de tocar numa mulher, terá de recorrer ao OE para pagar não só as pontes de caíram tal Abrunhosa nos Ídolos, mas também novos túneis, casas e o reforço do aforro bancário do Alberto João.

Timochenko está pronta para esfregar escadas, casas e o galho do patrão que a empregar

Tymochenko está pronta para esfregar escadas, casas e o galho do patrão que a empregar

Se Teixeira dos Santos pensava safar-se a ser o continente a pagar as caixas de charutos de Jardim, enganou-se tanto quanto quem deu a pasta da supervisão bancária do BCE a Vítor Constâncio. É que apenas tendo desfilado pelas ruínas da Madeira ao som da Chiquita Banana Lá Da Martinica, vestido de Alibabá e a beijar a única familiar magra de Cristiano Ronaldo, Jardim já arrecadou 1 milhão do Jerónimo Martins, 650 mil dos bancos e 50 milhões de linha de crédito dos sorvedores de “Brochelas”, que será mais rapidamente gasta do que uma linha de coca num WC do Lux snifada a partir do espelhinho de bolso da Hello Kitty da Rita Pereira.

Anyhooo, a reconstrução do paraíso fiscal luso trará benefícios económicos às empresas de construção e de sucata do continente, algo que tanto eu, como um Coelho chamado Jorge e um robaleiro de Ovar iremos apreciar de sobremaneira. Mas importará igualmente muitos milhões para a míriade de afilhados de Jardim, que apenas por um mero acaso são proprietários de firmas de construção, vereadores municipais à hora de almoço e chulos da República a tempo inteiro.

Para galhofa deste altivo que vos escreve, da profissional ucraniana que com uma trança à Yulia Tymochenko me fustiga as nádegas e me chama Putin (ao que lhe respondo à letra mas no feminino) e até de um arquipélago que vive do turismo, trolhas de todo o país ensaiam já os piropos a mandar às camones de visitem o arquipélago. Alguns exemplos: “Hi flower, monta-te na tower“, “Hey doll, chupe-mi my balls” ou o clássico “Oh muse, you give-mi the tuse”.

É a Economia, povo madeirense, servente de governante.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s