É a Economia, Estúpido!, Destaque, Exclusivo

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO! – OE 2010: quando me lixam respondo com cartas anónimas, robaladas e Mários Crespos

cartões-economiaPOR PEDRO BILTRE-FARFALHO/TCC – Eis que finalmente sai para o mercado um Orçamento de Estado fresquinho e ainda a debater-se com o isco que PS lançou ao CDS/PP no bucho. Aliás não será muito difícil imaginar Paulo Portas vestido de impermeável, chapéu perfurado com anzóis de cores garridas, e uma cana que pesca os votos dos pobres de espírito, exceptuando a Carolina Patrocínio que, como todos sabemos, vota PS.

Na realidade o Orçamento não sofreu alterações de monta pela mão do CDS/PP, pelo que será mais correcto dizer que o “novo” Orçamento é um bicho tão congelado como os depósitos do BPP, os salários da função pública ou um robalo aceite pelo Armando Vara.

Para irritar Sócrates ou lhe falamos em inglês técnico ou soltamos o Mário Crespo

Para irritar Sócrates ou lhe falamos em inglês técnico ou soltamos o Mário Crespo

Aliás só faltava mesmo a Ferreira Leite fatiar o bicho, e estaria pronto a servir em caldeirada às agências de rating. E serviram mesmo, mas a Moody’s rapidamente depreciou a iguaria lusa da mesma forma que o Manuel Moura dos Santos trata um concorrente dos Ídolos.

Se me tivessem consultado ab initio, saberiam que uma agência de rating é muito semelhante à minha segunda ex-mulher. Ambas não distinguem diamantes verdadeiros de simples vidro, mesmo que provindo de um boião de Valginex, recolhido pela sucateira do Manuel Godinho e posteriormente vendido com 1000% e três robalos de margem, desde que o embrulho seja Bulgari e tenha um laçarote pimpão. Ou seja, mintam. Mintam às agências no mesmo grau que Dias Loureiro presta declarações oficiais e estamos todos safos.

Anyhooo, estive a ler o OE 2010 e em lado algum consta a minha proposta estruturante da construção de um prostíbulo por freguesia no distrito de Lisboa. Isso sim, era um investimento com utilidade pública, agora um TGV para o Porto… Para Badajoz ainda que vá, até porque o Erasmus da prostituição torna-se muito mais fácil, e as badajosences não possuem bigode, complexos geográfico-culturais ou tendência para soltar os super-dragões em cima de nós quando confrontadas com a tentativa de cópula anal.

Para surpresa deste primata que vos escreve, da venezuelana que enquanto disfarçada de capivara me zurzia as costas com uma xibatinha feita de cana de açucar e até de um Coelho chamado Jorge, consta no OE 2010 que o investimento em estradas vai ser cortado.

Pessoalmente desagrada-me tanto quanto ao Passos Coelho fazer a vontade à Ferreira Leite mas se quero que o Estado pague os levantamentos que andei a fazer no pré-falido BPP, terei de conceder nas estradas, no salário mínimo e no bigode da Ministra do Trabalho. Claro está que a minha represália por ter de engolir estes batráquios já está à solta em forma de calhandrice, diz-que-disse e porteirismo ao mais alto nível. Aliás até baptizei a minha nova manobra de Operação Mário Crespo.

É a Economia, caro Sócrates.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s