Portugal

Pinto da Costa recebe formação em separatismo da ETA, do Hamas e de Alberto João Jardim

Curiosamente nem a ETA nem o Hamas conseguiram que Jorge Nuno deixasse de recitar

Curiosamente nem a ETA nem o Hamas conseguiram que Jorge Nuno deixasse de recitar

AÍ EM BAIXO ESTÁ O TIROLIROLIRO/TCC – O Indesmentível foi informado por uma fonte muito pouco usual, já que não é nem o assessor do Presidente da República, nem um procurador do Ministério Público, tão pouco o agente da Rita Pereira, que Pinto da Costa recebeu duas meias de leite, um melão enviado por Luís Filipe Vieira e formação em separatismo por parte da ETA, do Hamas e de Alberto João Jardim.
Após ser paga com duas malas cheias de libras do Zimbabué, que deverão dar para meio queque e um copo de água, a mesma fonte acrescentou que tanto a ETA como o Hamas deram noções gerais em terrorismo e princípios académicos do bombismo, enquanto a formação especializada em achincalhamento e afronta direccionadas a Lisboa, ficaram a cargo do Presidente do Governo Regional da Madeira.
Após termos abandonado a nossa fonte à sua sorte na Amadora, descobrimos que Alberto João Jardim formou igualmente Pinto da Costa na arte de se emborrachar antes de efectuar um discurso, na utilização da expressão “esses senhores”, como arma de desprezo e em como usar a dirty-bomb que são as danças carnavalescas com trajes diminutos para obrigar Lisboa a fechar os olhos.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s