É a Economia, Estúpido!, Destaque

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO! – A Cimpor está armada em pu7a fina, o que não me desagrada de todo

cartões-economiaPOR PEDRO BILTRE-FARFALHO/TCC – Comentei na semana passada que a OPA à Cimpor estaria difícil de entrar como numa virgem anal mas, com a recente recusa de venda à CSN por parte do conselho de administração da cimenteira portuguesa, o processo da OPA esfriou ao ponto de já ser comparado às paredes interiores da vagina de polipropileno siliconado da apólice de José Castelo-Branco, Betty Grafstein.
As razões para a recusa são tão autênticas como as mamas da Luciana Abreu, embora a adjectivação utilizada seja infinitamente menos aprazível às vistas. “Hostil, oportunista, irrelevante e perturbadora da actividade da empresa”. Ainda pensei que estivessem a falar da Manuela Moura Guedes, mas afinal foi mesmo com isto que o conselho de administração da Cimpor classificou a minha proposta de OPA veiculada pela CSN.

Se eu fosse a Rita Pereira, aumentava artificialmente as suas OPAs

Aconselharia a Rita Pereira a aumentar artificialmente as suas (c)OPAs

À primeira vista pode o desacautelado leitor pensar que o Biltre-Farfalho levou uma tampa tão grande quanto a necessária para tapar o buraco do défice, mas o que o incauto seguidor não entente é que esta recusa é uma espécie de foreplay negocial. O seja, a Cimpor está a fazer o mesmo jogo que a sua parceira-para-a-noite faz quando recusa liminarmente ser sodomizada, mas apenas até ao ponto em que vislumbra uma bisnaga de gel anestésico, o tamanho diminuto do seu pénis e duas notas de cinquenta. Resumindo, a Cimpor é uma pu7a. E, exceptuando o nome de um dos seus accionistas, nem é tão fina quanto isso.
Claro está que já comi pior pagando bem mais, pelo que é na minha condição de analista que prevejo o valor por acção oferecido pela CSN a subir, ainda que tão ligeiramente quanto a pila do José Carlos Malato ao ver-se rodeado de lindas mulheres. Bem, talvez um pouco menos que isso, mas ainda assim subirá.
Até porque o leitor deverá lembrar que estou tão agastado com esta recusa quanto a Rita Pereira fica ao fazer capa de uma qualquer revista de porteira. Explicando. É que para além de estar envolvido com a CNS, estou igualmente implicado na oferta da Camargo Corrêa à Cimpor.
Assim sendo, quanto maior for a luta de capoeira travada pelas duas empresas brasileiras, maior será o volume dos meus 2% de comissão na transacção. E, todos sabemos, até pelas variadas ofertas de spam electrónico, que quanto maior for o volume, melhor. Se estão a pensar que falo do pénis, desenganem-se. Enlarge your bank account. Com uma conta bancária bem recheada terão a oportunidade de estraçalhar qualquer vagina do mundo, mesmo que possuam um pénis nivelado à presença televisiva do júri dos Ídolos Manuel Moura dos Santos. É a Economia, CMVM.

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s