Portugal, Quentes e Boas

Pelo menos uma das empresas participadas pelo Estado não está a corromper como esperado

Ou corrompem ou saem de cima

Ou corrompem ou saem de cima

PÊJOTA/TCC – A Polícia Judiciária desencadeou uma operação em tudo semelhante a uma colonoscopia a fim de apurar quais as empresas participadas pelo Estado que ainda não praticam crimes económicos.
Quando a investigação terminar, os gestores das empresas que ainda não pratiquem corrupção, branqueamento de capitais ou apropriação indevida de material de escritório ao nível, por exemplo, do post-it, poderão ser exonerados dos seus cargos, ou levar um valente tau-tau com uma lista telefónica.
O Indesmentível sabe que os gestores da REFER, REN, PT, Galp e EDP já estão livres de qualquer reprimenda, já que alegadamente corromperam bem e bonito, mas já a Estradas de Portugal está em sérios apuros, caso não comece a traficar influências rapidamente.
Um dos gestores da Estradas de Portugal declarou a’O Indesmentível que a culpa é da PJ que não investigou como devia, já que “É verdade que em matéria de corrupção estamos um pouco abaixo do orçamentado mas com as acessibilidades ao novo Aeroporto, esperamos ser corrompidos à grande e à angolana.”

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s